× Capa Meu Diário Textos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato
J Lucivan Almeida - Meu Canto de Inspirações
Há lugares intensos, onde apenas nossa alma permite o sentir...
Textos
Refúgio do meu espelho
 
Tão insensato destino
Que permite o naufrágio da alma,
És a sombra que esconde o sorriso
Que outrora permitiu que a face fosse real...
 
Busquei no barco da vida
Apenas a bruma que envolve o corpo,
E em caminhos estreitos
Encontrei os mistérios que envolto da canção
Profanou a felicidade que o vento ofertou,
 
Onde está o desejo que dimana pôr os desvios?
Não há celas em prisões livres,
Nem perfume sem o hálito doce que exala dos lábios,
 
Pode um grande amor se esvair nas areias do tempo?
Ou pode um grande amor ultrapassar o deserto sem sede?
Há sacrifícios que pode ser contido
Apenas com a busca da luz que se abre no final da estrada,
 
És um sentimento que confunde meu coração,
Tinhas minha vontade a beira da inspiração
E negastes o néctar que envolve o abraço perfeito,
 
Segue em teu tempo sem minha ternura,
Entre idas e vindas apenas deixaste a dor
E em cada amadurecer apenas tuas mentiras eram notáveis,
És em meu caminho a tempestade que não cessa,
 
Não serei mais o cárcere do amor que escraviza
Nem os remos que seguram o barco nas ondas,
Serei livre em terras que inspiram o belo alvorecer,
 
Estou resvalando ao meio de ilusões perdidas,
O espirito permitirá que a cancela se abra
E me faça seguir sem teu reflexo em meu espelho...
 
J Lucivan Almeida
Enviado por J Lucivan Almeida em 15/02/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários