J Lucivan Almeida - Meu Canto de Inspirações
Há lugares intensos, onde apenas nossa alma permite o sentir...
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


Menina de olhos presentes...
 
Quão bela é a dádiva do carisma
Que no sereno afaga o sorriso com perfeição,
Singela presença que aviva a luz
E não permite o escurecer da alma,
 
Envolto ao sono que lhes permite belos sonhos
Deixo a ingenuidade tomar-te,
Ti refaz em tua trilha
Guerreira mulher que sopra ao vento sem permissão ao fracasso...
 
Entre linhas e fios o tempo apenas observa o escorrer das águas,
Banha-te na ternura que curam as feridas
E voa oh águia de asas cintilantes...
 
Não corres deixando de sentir os pés ao chão,
Recompõe os passos que cansam sentindo os grãos de areias,
E recordas que as nuvens seguem sem preocupação com o destino...
 
Deixo-te a margem do córrego que inspira a serenidade,
Pensamentos devem parti sem rumo
Na busca do sorriso que cura as dores da alma,
 
Não permites a fadiga em tua jornada,
Levanta oh grande mulher!
Que as montanhas sejam apenas obstáculos a ser vencidos,
E que sejas por fim merecedora da vitória em tuas batalhas...
 
Dá-se a ti o sol por meio do criador,
Derrama em tua face a alegria de viver em sua plenitude,
E que a busca seja incansável e alcançada,
 
Sem a chuva não terás a água
Mas lembra que também desfrutarás do estrondo dos trovões,
Apenas não temas,
Permites apenas que o viver seja o presente ao teu casulo de vida...
 
J Lucivan Almeida
Enviado por J Lucivan Almeida em 12/03/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários